top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

The Smashing Pumpkins lança “Spellbinding”, destaque de seu novo disco

O clipe traz uma versão futurista e psicodélico



O Smashing Pumpkins compartilhou com os fãs um clipe super interessante da faixa “Spelbinding”, que integra seu mais novo disco ATUM: A Rock Opera in Three Acts.


Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, para acompanhar a música sombria e viciante, o diretor Kevin Kerslake decidiu criar um mundo digital inédito para a banda, onde cada integrante existe como um avatar digital de si mesmo (via ALT Press).



Como você pode ver no clipe, o universo misterioso brinca com temas retirados de videogames e reflete a diligência e a estrutura narrativa que os Pumpkins colocaram em cada um de seus projetos. Sobre a produção, Kerslake declarou:


Adotamos um modelo de produção virtual para o vídeo de ‘Spelbinding’, criando-o inteiramente no mecanismo de jogo; irreal, com avatares digitais movendo-se por mundos fantásticos que desempenham um papel fundamental no enredo de ‘ATUM’. Billy e eu compartilhamos um interesse na fusão de elementos do velho mundo com tecnologia de ponta, e todas as estrelas alinhadas neste vídeo para abrir novos caminhos.

Smashing Pumpkins e seu novo disco ATUM


No último mês, o Smashing Pumpkins disponibilizou na íntegra seu novo disco, ATUM: A Rock Opera in Three Acts, que foi lançado em três partes, como o nome diz.



Apesar de ter sido noticiado que o álbum seria uma sequência de Mellon Collie and the Infinite Sadness (1995) e de Machina/Machine of God (2000), o vocalista Billy Corgan disse em papo exclusivo com o TMDQA! que nunca considerou pegar algo da sonoridade do clássico de 95 para trabalhar no novo disco, mantendo a ligação entre as obras como algo apenas conceitual e lírico.


Na conversa o icônico músico também revelou a dificuldade da banda em negociar shows no Brasil e falou sobre a ascensão do Smashing Pumpkins com a nova geração.







0 comentário

コメント


bottom of page