top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Tarja e Marko Hietala anunciam shows também em Fortaleza e Belém




A turnê brasileira de Tarja Turunen e Marko Hietala teve mais duas datas confirmadas além das seis anteriores. Os ex-colegas de Nightwish também vão se apresentar nas cidades de Fortaleza, em 16 de março do próximo ano, e Belém, no dia seguinte — depois de um abaixo-assinado por parte dos fãs locais que realmente surtiu efeito.


O anúncio oficial veio por meio do Instagram. Em Fortaleza, Tarja e Marko se apresentam no Complexo Armazém, enquanto os fãs de Belém poderão conferir o show no Barka.


Uma das publicações ainda cita o abaixo-assinado feito pelos fãs paraenses para trazer os músicos finlandeses para a cidade.


Confira.






Tarja Turunen e Marko Hietala no Brasil

A nova passagem de Tarja pelo Brasil faz parte da turnê “Living the Dream – The Hits”, que já havia sido trazida ao país no último mês de setembro.


O formato das apresentações prevê um set solo de Marko Hietala, ao lado de seu colega de banda Tuomas Wäinölä, seguido pelo show regular da vocalista. Para encerrar a noite, ambos se reunirão para relembrar alguns dos grandes sucessos do Nightwish.


As datas no Brasil são as seguintes:

  • 08/03 – São Paulo (Tokio Marine Hall) – ingressos na Eventim

  • 09/03 – Porto Alegre (Opinião) – ingressos na Sympla Bileto

  • 10/03 – Curitiba (Ópera de Arame) – ingressos na Bilheto

  • 12/03 – Belo Horizonte (Mister Rock) – ingressos na Fansociety

  • 13/03 – Brasília (Toinha Brasil Show) – ingressos no Clube do Ingresso

  • 14/03 – Rio de Janeiro (Sacadura 154) – ingressos no Clube do Ingresso

  • 16/03 – Fortaleza (Complexo Armazém) – ingressos na Bilheteria Digital

  • 17/03 – Belém (Barka) – ingressos na Bilheteria Digital


Tarja, “Living the Dream” e próximo álbum

Em entrevista ao site IgorMiranda.com.br, Tarja Turunen afirmou que a turnê “Living the Dream” é baseada na coletânea homônima, lançada em dezembro último. O material é focado na carreira da artista pós-Nightwish.


Além de percorrer seus mais de 15 anos como artista solo, a compilação oferece a faixa inédita “Eye of the Storm”. Sobre a coletânea, disponibilizada em formato duplo, ela destaca:

“O álbum principal inclui as músicas favoritas dos fãs e as que foram lançadas como singles no passado. Porém, quis lançar algumas versões diferentes do álbum, para que todos pudessem ter a chance de me conhecer melhor. Nessas versões limitadas, escolhi minhas músicas de rock favoritas e canções que não são tão conhecidas nem mesmo pelos fãs mais dedicados. É incrível para mim perceber o quão rápido o tempo passou e quantos álbuns lindos tenho em minha carreira. Já se passaram 18 anos desde que comecei minha jornada sozinha – é o dobro do tempo que passei em uma banda como vocalista.”

Tarja confirmou ainda que haverá um novo álbum de músicas inéditas em “algum momento de 2024”. A artista disse estar “trabalhando nas músicas e letras, deixando tudo pronto para a produção”.


Marko Hietala, “Two Soldiers” e disco solo

Recentemente, Marko Hietala confirmou que lançará o seu segundo disco solo em 2024. O ex-baixista e vocalista do Nightwish anunciou a novidade durante show em conjunto com a cantora Anneke van Giersbergen em São Paulo, em outubro último, como parte da turnê “Six Strings and a Voice”.


No meio da performance, o músico contou que o trabalho está passando pelo processo de mixagem. “Two Soldiers”, que fez parte do repertório da noite, integrará a lista de faixas. A música em questão, que não tem versão de estúdio divulgada, marcou presença nos setlists recentes.


Confira um vídeo a seguir.


Em dezembro do ano passado, o artista tinha revelado pelas redes sociais a criação de um novo material. Já durante entrevista ao canal Chaoszine em maio último, Hietala disse que gostaria de disponibilizar o projeto ainda em 2023, mas que algumas composições seguiam muito “cruas” e precisavam de ajustes.


Os músicos que o acompanham são o guitarrista Tuomas Wäinölä (que esteve com ele no Brasil e retornará em 2024), o tecladista Vili Ollila e o baterista Anssi Nykänen. A ideia é manter a sonoridade hard/prog com pitadas de groove metal do antecessor “Pyre of the Black Heart” (2020).




0 comentário

Commentaires


bottom of page