top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Stu James, vocalista do The Mojos, morre aos 77 anos

Músico fez parte da mesma cena de Liverpool que gerou os Beatles; posteriormente, revelou artistas como Spandau Ballet e Wet Wet Wet


Morreu na última quarta-feira (10), aos 77 anos, o músico e empresário Stuart Slater. Mais conhecido pelo nome artístico Stu James, ele se destacou como vocalista e eventual pianista do The Mojos, banda da cena de Liverpool do início dos anos 1960.


O convívio com os Beatles não foi apenas geracional. Os grupos chegaram a ter uma relação próxima. Foi o guitarrista George Harrison quem sugeriu que os colegas acrescentassem um tecladista à formação, indicando Terry O’Toole, a quem conheceu se apresentando em um clube de jazz.


O maior sucesso do conjunto foi a música “Everything’s Alright”, cujo single chegou ao 9º lugar na parada britânica. Posteriormente, ela foi regravada por David Bowie e incluída no álbum “Pin Ups” (1973). Curiosamente, o baterista na versão do cantor foi Aynsley Dunbar, que fez parte do Mojos – embora não tenha tocado na original – e alcançaria fama mundial junto a nomes como Frank Zappa, Jeff Beck, Journey e Whitesnake, entre outros.







A banda ainda emplacou hits menores com “Why Not Tonight” (25ª no chart britânico) e “Seven Daffodils” (30ª), ambas em 1964. Afora os compactos, disponibilizados até 1968, o grupo lançou apenas um EP homônimo. Na virada para os anos 1970, veio o encerramento das atividades, com algumas reuniões posteriores para turnês saudosistas, com diferentes lineups.





Uma compilação com toda a obra do The Mojos saiu em 2009 pela RPM Records, intitulada “Everything’s Alright: The Complete Recordings”.



Stuart não abandonaria a indústria, trabalhando na área promocional de uma série de gravadoras. Acabou descobrindo nomes que se tornaram famosos posteriormente, como Spandau Ballett, Wet Wet Wet e The Proclaimers. Também deu o primeiro emprego a Simon Fuller, megaempresário do ramo do entretenimento, em seus tempos na Chrysalis Records.


Também seguiu compondo. Chegou a emplacar a música “Love Enough for Two”, com o grupo Prima Donna, terceiro lugar no Eurovision em sua edição de 1980.


Stu deixa esposa e dois filhos, incluindo Tracy, que também trabalha como empresária de artistas. A causa da morte não foi informada.







0 comentário
bottom of page