top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Nirvana anuncia edição de 30 anos de ‘In Utero’ com 53 faixas inéditas



O icônico álbum In Utero, do Nirvana, está completando 30 anos e para celebrar o marco, será lançada uma edição especial.


Segundo o site Wikimetal, a novidade contará com 53 faixas inéditas entre elas gravações ao vivo jamais divulgadas antes, além de versões remasterizadas dos clássicos do álbum. A edição comemorativa terá o show completo do Nirvana Live in Los Angeles, gravado em 1993, e a apresentação final da banda em Seattle, no ano seguinte.



O produtor e engenheiro de Seattle, Jack Endino – que trabalhou no álbum de estreia da banda em 1988, Bleach – reconstruiu as faixas ao vivo a partir de fitas de mesa de som estéreo para a reedição deste ano.


Além disso, as 12 músicas originais de In Utero, junto com cinco faixas bônus e lados B, foram recentemente remasterizadas a partir das fitas estéreo master analógicas originais por Bob Weston do Chicago Mastering Services – que ajudou Albini como o único outro engenheiro nas sessões originais.


A nova edição chegará no dia 27 de outubro em diversos formatos, incluindo uma edição limitada de 8 LPs Super Deluxe Box Sex, um 5 CDs Super Deluxe Box Set, LP + 10″ edition, a 2CD Deluxe Edition e Digital Super Deluxe Edition.



Pre-save e pré-venda do Nirvana 30th Anniversary In Utero já estão disponíveis neste link.


Nirvana – In Utero

In Utero do Nirvana estreou em primeiro lugar na parada de álbuns da Billboard 200 após sua chegada em 1993. O álbum rendeu três singles: “Heart-Shaped Box”, “All Apologies” e “Pennyroyal Tea”. “Heart-Shaped Box” liderou a parada Alternative Airplay e alcançou a quarta posição no Mainstream Rock. Como seu antecessor, “All Apologies” também liderou a parada Alternative Airplay, alcançando a quarta posição na parada Mainstream Rock. “Pennyroyal Tea” liderou a parada de vendas de singles quentes da Billboard.


O álbum apareceu ainda em 1993 como o 74º álbum do ano na parada Billboard 200, mas voltou a ganhar popularidade após a morte de Kurt Cobain e foi o 33º álbum na parada 200 de final de ano da Billboard em 1994.







0 comentário

Commentaires


bottom of page