top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Mick Mars diz que reunião do Mötley Crüe atrasou álbum solo


Foto: s_bukley / Image Collect / Depositphotos



Em 2015 o Mötley Crüe realizou sua turnê de despedida e assinou um contrato onde se comprometia a não voltar aos palcos no futuro. Com o sucesso da versão cinematográfica da biografia “The Dirt”, a banda simplesmente rasgou o documento e retomou atividades três anos mais tarde.


Fora da banda, o guitarrista Mick Mars acredita que teria sido melhor se o grupo mantivesse a promessa. Durante entrevista exclusiva ao site IgorMiranda.com.br, o músico reconheceu não ter se entusiasmado com a proposta.


“Eu estava crente que aquela tinha sido a turnê final, e havia retomado a escrita [do meu trabalho solo] em 2016. Mas acho que o filme ‘The Dirt’ fez com que muitas pessoas quisessem ver a banda novamente. Foi meio que ressuscitada, com toda a publicidade e tudo o que estava acontecendo. E lá estava eu, de volta à estrada mais uma vez.”


Ainda assim, o instrumentista garante ter orgulho do que alcançou. Questionado sobre quais seriam os maiores feitos da banda em sua visão, não hesitou em dizer:


“Estou feliz por nunca termos entrado no Rock and Roll Hall of Fame e nem mesmo termos sido considerados para um Grammy. O Mötley Crüe era legal demais para essas coisas; sempre fomos os caras maus, rudes, viciados em drogas, bêbados. Não acho que houve muito respeito [dos demais integrantes comigo]. Mas eu ainda respeito o Mötley Crüe, é claro.”


Mötley Crüe e Mick Mars


O Crüe segue carreira com John 5 tendo assumido a guitarra. Mick Mars lança o álbum solo “The Other Side of Mars” no dia 23 de fevereiro de 2024. O trabalho conta com 10 faixas e sai pela 1313 LLC – gravadora do próprio guitarrista – em parceria com a MRI.


O tecladista e guitarrista Paul Taylor (Winger / ex-Alice Cooper) e o baterista Ray Luzier (Korn) participaram das gravações, assim como os vocalistas Brion Gamboa (em duas canções) e Jacob Bunton, além do baixista Chris Collier — creditado ainda na mixagem e masterização. A produção ficou a cargo de Michael Wagener.




0 comentário

Comments


bottom of page