top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Luana Dametto concorre a prêmio de melhor baterista de metal do ano pelo Drumeo


Foto: Renan Facciolo



O Drumeo, popular plataforma online de bateristas, anunciou os indicados à edição de 2023 de sua tradicional premiação – chamada Drumeo Awards. Entre as nomeações, apareceram dois músicos brasileiros. 


Luana Dametto, que empunha as baquetas na Crypta, concorre na categoria de melhor baterista de metal do ano. Lars Ulrich (Metallica), Tanner Wayne (In Flames), Patrick Galante (Ice Nine Kills) e II (Sleep Token) também disputam o prêmio.  


Ao justificar a escolha, o Drumeo afirmou que “com um novo álbum da Crypta e uma turnê implacável, Luana teve outro ano épico”. Pelo Instagram, a musicista compartilhou a novidade e celebrou a nomeação, escrevendo:


“Tenho a honra de anunciar que fui nomeada pela Drumeo na categoria de ‘baterista de Metal do ano’! Só de ser nominada já significa muito pra mim!”





Já Mauricio Weimar, criador de conteúdo nas redes sociais, recebeu uma indicação como melhor baterista de Instagram, devido aos seus tutoriais e resenhas, que “inspiraram bateristas de metal em todo mundo”. Austin Ware, RockerGirl Drummer, Ramon Montagner e Dany Kufner são os outros concorrentes. 





Para votar, basta acessar o site (clique aqui) até segunda-feira (25) e escolher o seu favorito em cada uma das 15 categorias. Os vencedores serão divulgados em live no YouTube, por meio do canal oficial, no dia 25 de janeiro do ano que vem. 



Drumeo Awards 2022


Na edição de 2022, que contou com mais de 800 mil votos, o Drumeo Awards também celebrou músicos em 15 diferentes categorias. No segmento heavy metal, o vencedor foi brasileiro: Eloy Casagrande.


O integrante do Sepultura superou Art Cruz (Lamb of God), Austin Archey (Lorna Shore), Craig Reynolds (Stray from the Path) e Tomas Haake (Meshuggah).


Disse o músico em manifestação nas suas redes sociais:


“Obrigado a todos que votaram! Esta vitória é do Brasil e de todos os músicos sul-americanos que tanto batalham e enfrentam um mar de problemas para seguir fazendo arte. […] Não é sobre ganhar, mas sobre fazer o que se gosta. Tenho sorte de ter o apoio de cada um de vocês. Muito obrigado.”



0 comentário

Comments


bottom of page