top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Julian Casablancas diz que usou IA em capa de novo disco porque não tem dinheiro para pagar designer


 

The Voidz, grupo liderado por Julian Casablancas, do The Strokes, liberou uma intro para divulgar seu próximo disco, Like All Before You, e o trabalho já está dando o que falar antes mesmo do lançamento.


Isso porque o vocalista admitiu ter usado inteligência artificial para produzir a capa do álbum, sob a justificativa de que não teria dinheiro para pagar um artista e valorizar a arte criada por seres humanos.


Em tom de crítica, um perfil de fã no X/Twitter fez nesta segunda-feira (8) um exposed da situação embaraçosa vivida por Julian. De acordo com a publicação de Casablancas, a arte que havia sido escolhida pela banda custaria US$150 mil (“o que é isso, 1988?”, ironizou o cantor) e, por isso, a opção então teria sido pelo recurso de IA.


O pior é que não acaba por aí: tentando melhorar a situação, Julian disse que “nós não digitamos algo”, se referindo ao possível uso de um prompt, e creditou a autoria da capa a um perfil que costuma fazer artes com IA.


No entanto, segundo a própria página nos comentários, não houve qualquer contato por parte de Julian ou dos Voidz para autorizar o uso – ainda assim, por se tratar de uma obra feita com inteligência artificial, a pessoa responsável minimizou a questão e disse que “não faz mal, isso é tudo grátis para usar”.


Confira as publicações ao final da matéria!

 

The Voidz prepara novo trabalho de estúdio

Após lançamentos de canções inéditas no último ano e uma outra faixa em Fevereiro, o grupo The Voidz anunciou o novo álbum Like All Before You e o projeto conta também com Jeramy GritterAmir YaghmaiJacob BercoviciAlex Carapetis e Jeff Kite.


O primeiro álbum da banda nova-iorquina em seis anos chegará após turnês pontuais e a disponibilização de algumas músicas soltas ao longo desse intervalo. Em 2017, vale lembrar, o The Voidz teve uma passagem pelo Brasil e podemos dizer que a decepção foi enorme.


Nada muito diferente da primeira visita em 2014, quando o grupo passou pelo Lollapalooza Brasil e também desagradou.





 

0 comentário

Comments


bottom of page