top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Geddy Lee se emociona ao lembrar últimos momentos com Neil Peart


Foto: s_bukley / Depositphotos


Quando veio ao país em 2018, em meio à eleição mais polarizada de todos os tempos no Brasil, Roger Waters surpreendeu a muitos fãs, que se irritaram com seu posicionamento político e o show rendeu vaias e até mesmo a saída antecipada de uma parcela do público do estádio.


O baixista, vocalista e tecladista do Rush, Geddy Lee, deu início à turnê solo spoken word baseada em sua biografia, “My Effin’ Life”. O evento inaugural aconteceu segunda-feira (13) no icônico Beacon Theatre, em Nova York, Estados Unidos. A condução ficou a cargo do ator e escritor Paul Rudd.


No momento mais emocionante da noite, o músico falou sobre os últimos momentos com Neil Peart, baterista e letrista do trio canadense. O instrumentista faleceu no início de 2020, em decorrência de um câncer no cérebro.


Conforme transcrição do Blabbermouth, Lee declarou:

“Durante os últimos meses de sua vida, Neil ouvia um álbum diferente do Rush a cada dia, o analisava e ouvia algo que às vezes não tinha ouvido desde que o gravamos. Fez isso com praticamente todo o trabalho que fizemos como banda. E a última vez que o vi… [pausa emocionado] ele queria me dizer o quanto estava orgulhoso da música que fizemos juntos… Algumas das músicas que fizemos juntos… é difícil falar sobre essas coisas. E me surpreendeu que, naquele momento, estávamos sentados na varanda da casa dele. E sempre que íamos embora no final, nunca sabíamos se o veríamos novamente ou não. Então estávamos sentados na varanda e ele estava fumando, porque ele adorava fumar, como um relógio. Estávamos conversando sobre o grande momento que naquele lugar, tínhamos acabado de ver alguns periquitos voando nas árvores. Nós dois éramos nerds de pássaros, então poderíamos conversar sobre isso. Mas ele passou a falar sobre essas músicas e o que elas significavam para ele, o quanto era importante para mim saber disso, que nossa vida como uma seção rítmica juntos havia sido significativa para ele. Achei isso lindo.”

Morte de Neil Peart e possível reunião com Alex Lifeson

O anúncio oficial da morte de Neil Peart aconteceu em 10 de janeiro de 2020, três dias após o ocorrido. O músico fez questão de manter a doença como um assunto privado à família e amigos próximos. O Rush havia realizado seu último show em 2015.


Em anos recentes, Geddy Lee e o guitarrista Alex Lifeson têm se reunido de forma esporádica para participações especiais em shows e outros eventos relacionados à banda. Durante recente entrevista ao The Washington Post, o frontman deixou em aberto a possibilidade de um reencontro mais duradouro.

“Era um tabu tocar aquelas músicas novamente com uma terceira pessoa. O elefante na sala. Agora isso meio que desapareceu. Foi bom saber que, se decidirmos voltar, Alex e eu, quer seja como parte de uma coisa nova ou apenas tocando como Rush, poderíamos fazer isso agora.”

Geddy Lee e “My Effin’ Life”

A turnê “My Effin’ Life” também passará pela Europa no mês de dezembro. Espera-se que seja trazida ao Brasil em 2024.


O livro sai em edição nacional dia 30 de novembro, sob o título “Geddy Lee: a Autobiografia”. A editora responsável é a Belas Letras.





0 comentário

Comments


bottom of page