top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Baixista Michael Rhodes, morre aos 69 anos


O baixista de estúdio e turnê Michael Rhodes morreu neste sábado (04), aos 69 anos, confirmou um representante.


Nascido na Louisiana, Rhodes começou a tocar guitarra aos 11 anos e se profissionalizou antes de migrar para o baixo. Mudando-se para Nashville, ele se tornou um músico de estúdio regular e acumulou mais de 700 créditos por trabalhar com Stevie Nicks, Elton John, Mark Knopfler, Joan Baez, John Fogerty, Michael McDonald, Dolly Parton, JJ Cale e muitos outros.


Rhodes foi membro do Notorious Cherry Bombs com Vince Gill e tocou em vários grupos de Nashville. Ele foi introduzido no Hall da Fama dos Músicos em 2019. Nos últimos anos, ele fez turnês com a banda de Joe Bonamassa.


Meu conselho para músicos promissores é calar a boca e ouvir!” Rhodes disse ao Music Radar em 2018. “Música é como ter uma conversa; você tem que ouvir na maior parte. Os melhores músicos de estúdio são aqueles que são bons ouvintes e podem aceitar sugestões. Faça o que lhe é pedido e não atrase o processo; em outras palavras, certifique-se de que você está preparado e que todo o seu equipamento está em boas condições.


A Billboard informou que nenhuma causa da morte foi divulgada, mas sua esposa disse que Rhodes estava ouvindo John Coltrane antes de falecer em sua casa, em Nashville. “Ele realmente amava jazz e John Coltrane, todos aqueles caras“, disse ela. “Isso o alimentou, sempre.


Descanse em paz, Michael Rhodes…

0 comentário
bottom of page