top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Show de Edu Falaschi no festival Piauí Pop será com a Orquestra Sinfônica de Teresina



Apresentação do vocalista terá surpresas no setlist e acontece nesta sexta-feira, 7 de julho, ao lado de artistas como Paralamas do Sucesso, Sandra de Sá, Paulo Ricardo e Marcelo Falcão


O festival Piauí Pop, um dos maiores festivais do Brasil, volta a acontecer após um hiato de 14 anos. A próxima edição ocorre nesta semana entre os próximos dias 4 e 8 de julho, no estádio Albertão, em Teresina. O cantor Edu Falaschi é uma das atrações do dia 7 de julho, sexta-feira, e se apresenta ao lado de artistas como Paralamas do Sucesso, Sandra de Sá, Paulo Ricardo, Marcelo Falcão e outros grandes nomes da música brasileira. Recentemente, Edu confirmou a participação da Orquestra Sinfônica de Teresina (OST), sob regência do Maestro Aurélio Melo. Após ensaio de Edu Falaschi com a orquestra nesta segunda-feira (3), no Palácio da Música, no centro de Teresina, o vocalista prometeu muitas surpresas no setlist e com faixas que ficaram sensacionais no formato orquestral.



Apesar de ter se apresentado muitas vezes em Teresina em sua carreira, essa é a primeira vez que Edu Falaschi será acompanhado pela Orquestra Sinfônica de Teresina. Mesmo com poucos ensaios, Edu garante um show inesquecível. Além de sucessos do último álbum “Vera Cruz”, o vocalista também deve levar aos fãs algumas músicas da banda Angra que ficaram marcadas na voz de Edu Falaschi.


Recentemente, Edu Falaschi divulgou os nomes das músicas de “Eldorado”, seu novo álbum solo e o segundo da trilogia iniciado com o disco “Vera Cruz”. Gravado com repertório inédito, conceito musical e literário baseado na cultura ancestral Asteca e demais elementos da arte Latina, “Eldorado” terá seu lançamento mundial no mês de agosto de 2023 pela King Records (Japão) e Voice Music (Brasil).



Com a produção assinada por Edu Falaschi e Roberto Barros, o vocalista manteve a banda que gravou “Vera Cruz” com Aquiles Priester (bateria), Fábio Laguna (teclados), Diogo Mafra (guitarra), Roberto Barros (guitarra) e Raphael Dafras (baixo). O renomado designer Carlos Fides é o responsável pela arte gráfica do álbum. As orquestrações ficaram a cargo de Pablo Greg e os corais realizados por Edu Falaschi, Fabio Caldeira, Mi Alvelli e Raissa Ramos. A co-produção ficou a cargo de Paulo Albino, com mixagem e masterização por Dennis Ward.


Recentemente, Edu Falaschi divulgou os nomes das músicas de “Eldorado”, seu novo álbum solo e o segundo da trilogia iniciado com o disco “Vera Cruz”. Gravado com repertório inédito, conceito musical e literário baseado na cultura ancestral Asteca e demais elementos da arte Latina, “Eldorado” terá seu lançamento mundial no mês de agosto de 2023 pela King Records (Japão) e Voice Music (Brasil).


Com a produção assinada por Edu Falaschi e Roberto Barros, o vocalista manteve a banda que gravou “Vera Cruz” com Aquiles Priester (bateria), Fábio Laguna (teclados), Diogo Mafra (guitarra), Roberto Barros (guitarra) e Raphael Dafras (baixo). O renomado designer Carlos Fides é o responsável pela arte gráfica do álbum. As orquestrações ficaram a cargo de Pablo Greg e os corais realizados por Edu Falaschi, Fabio Caldeira, Mi Alvelli e Raissa Ramos. A co-produção ficou a cargo de Paulo Albino, com mixagem e masterização por Dennis Ward.



Eldorado Tracklist:

01 – Quetzalcóatl 02 – Señores Del Mar (Wield The Sword) 03 – Sacrifice 04 – Empty Shell 05 – Tenochtitlán 06 – Eldorado 07 – Q’EQU’M 08 – Reign of Bones 09 – Suddenly 10 – Wings of Light 11 – In Sorrow


SOBRE ELDORADO

A complexa história por trás do álbum, “Vera Cruz”, ganhou novos rumores e se tornou uma trilogia. Nesta segunda parte, Edu Falaschi mostrará ainda mais temas relacionados à América Latina, incluindo o Brasil, com músicas cinematográficas que surpreendem o ouvinte e que seguem a história inicial do primeiro trabalho.



“Eldorado” é a segunda parte da trilogia da saga de Jorge, personagem principal da história do álbum “Vera Cruz” e também o segundo disco da carreira solo de Edu Falaschi. Essa obra traz como grande diferencial, devido ao fato da história de “Eldorado” se iniciar com o encontro do Bispo Negro e o império Asteca, uma abordagem do artista em transitar pelas mais diferentes vertentes da música latina, desde o período pré-colonial até a música latina moderna, com músicas em espanhol, línguas nativas, ritmos, harmonias e melodias características de uma cultura milenar de grande valor cultural para a humanidade.


Sara Curruchichi foi a primeira convidada anunciada. Sara é uma cantora e compositora indígena guatemalteca que mantém vivas as mais profundas raízes da América Latina, cantando suas canções em Kaqchikel, sua língua materna, originária da civilização Maia, que surgiu no México a cerca de 2500 anos antes de Cristo. Como uma forma de ilustrar todo o conceito por trás da história de Eldorado, a relação entre os Astecas, Bispo Negro e os Espanhóis, além de homenagear as mais profundas raízes latinas, Sara Curruchich nos brindará com sua voz, talento e uma emoção emocionante na interpretação álbum, criando uma verdadeira emoção e experiência única para os ouvintes.





0 comentário

留言


bottom of page