top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Ringo Starr põe fim à discussão sobre uso de IA em inédita dos Beatles


Reprodução/YouTube


Desde que foi lançada a última música inédita dos Beatles, a faixa composta por John Lennon em 1978, “Now And Then”, tem se discutido sobre a interferência da inteligência artificial no single que estreou mais de 40 anos após a morte do saudoso ex-Beatle.


Em nova entrevista para a AARP, Ringo Starr se envolveu na discussão e abordou os rumores em torno da criação da música. O uso de IA para isolar os vocais de Lennon na gravação da demo original levou as pessoas a suspeitarem de que a participação do falecido músico teria sido completamente inserida através da tecnologia, o que Ringo garante que não é o caso.


Segundo o baterista, a música escrita por John foi repassada aos outros integrantes dos Beatles por Yoko Ono, junto com uma seleção de outras demos após a morte de John.

Na ocasião, Ringo, Paul McCartney e George Harrison construíram suas partes da música em torno da demo, mas a tecnologia da época impediu isolar os vocais de Lennon gravados em seu apartamento em Nova York. A canção, então, ficou guardada por décadas.



Qual o Papel da Inteligência Artificial na Nova Música dos Beatles?


Apenas recentemente Ringo e Paul, os únicos membros da lendária banda ainda vivos, puderam finalizar o processo que “Now and Then” precisava. Descontente com os rumores de utilização da IA na faixa, Starr destacou (via DigitalMusicNews):

No ano passado, Paul ligou e disse: ‘Você se lembra daquela música inacabada de John, ‘Now and Then?’ Por que não trabalhamos nisso?’ Ele me enviou, e eu toquei bateria e cantei. Tínhamos uma ótima faixa com John cantando e tocando piano e George tocando guitarra base. Houve rumores terríveis de que não é John, de que seria a IA ou qualquer outra merda que as pessoas disseram. Paul e eu não teríamos feito isso. É uma música linda e uma ótima maneira de finalmente fechar essa porta.

Resumindo: o único uso de IA na nova música dos Beatles foi para isolar perfeitamente os vocais de John Lennon de quaisquer ruídos na gravação original.


Ringo Starr celebrou números da nova música


Vale lembrar que Ringo reagiu de forma efusiva quando os Beatles alcançaram o primeiro lugar nas paradas com “Now and Then”. A música foi lançada em 2 de Novembro e chegou ao topo no Reino Unido, tornando-se o 18º single número um da banda — antes, o último era “The Ballad of John and Yoko”, de 1969.


Emocionado com a repercussão, o baterista foi até a sua conta do Twitter para compartilhar um vídeo em que aparecem estatísticas relacionadas à nova música e chegou até a dizer que a “Beatlemania está de volta”.




0 comentário
bottom of page