top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Por que o U2 é a banda ideal de rock, segundo Lars Ulrich



Para o baterista do Metallica, grupo irlandês tem um tipo específico de conexão que não é tão comum na indústria da música.


O U2 está junto desde 1976. Por mais que cada um dos integrantes já tenha pensado em se afastar da banda, como explicou o vocalista Bono no documentário “A Sort of Homecoming” (2023), a amizade entre eles sempre fortaleceu a união profissional. Não é à toa que Lars Ulrich tem o grupo irlandês como modelo a seguir.


Em entrevista ao podcast Club Random (via Loudwire), o baterista do Metallica explicou por que o U2 é a “banda ideal de rock” em sua opinião. Para o músico, a conexão entre os membros, advinda de trajetórias de vida semelhantes, é justamente o principal motivo.


“O U2 é uma banda que todos nós admiramos e temos como ideal por causa da maneira que eles funcionam. Todos eles cresceram praticamente na mesma rua e estudaram nas mesmas escolas e se conheceram. Eles têm o mesmo DNA correndo em seus corpos.”

Comparando com o próprio Metallica, Ulrich reflete que teve um início de vida muito diferente dos seus outros colegas. Por isso, a dinâmica não é muito parecida com a do U2.

“Eu cresci com uma educação artística muito liberal em Copenhague, na Dinamarca. James Hetfield cresceu de forma oposta a isso no sul da Califórnia, em Fullerton. Já Kirk Hammett cresceu no distrito de Mission, também com uma educação pós-hippie muito liberal.”


Lars Ulrich dá mais exemplos



Nas palavras do baterista, muitas bandas clássicas como o Eagles também não possuem o mesmo funcionamento interno – o que, para ele, é bem mais comum no mercado musical.


“Existem mais bandas como o Eagles e o Crosby, Stills, Nash & Young, que simplesmente não conseguem ter essa dinâmica e é mais fácil para todos eles seguirem como artistas solo.”


Disputa de egos dentro e fora do Metallica


Por fim, Lars afirma que dentro de qualquer banda, é comum uma certa “disputa de egos”. O importante é conseguir equilibrar as ideias e os momentos de liderança.

“Se você passa pela fase em que está liderando na banda, você não se importa depois de ficar em segundo plano e tem confiança e respeito suficientes pelo seu colega para saber que, se ele está comandando uma música, um álbum, uma letra ou o que quer que seja, você pode ficar mais distante naquele momento e então depois equilibrar as coisas e revezar essas funções. Assim você tem uma chance muito maior de passar por isso.”


0 comentário
bottom of page