top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Piano em que Freddie Mercury compôs “Bohemian Rhapsody” é leiloado por R$10 milhões


Freddie Mercury. Crédito: Reprodução/Facebook

O piano usado por Freddie Mercury em diversos momentos, incluindo na composição do clássico “Bohemian Rhapsody”, foi leiloado na última quarta-feira, 06, por cerca de R$10,9 milhões na cotação atual. O comprador não foi identificado.


Segundo o site Wikimetal, comprado em 1975 e importada do Japão para a Inglaterra, o piao Yamaha G2, estava entre as dezenas de itens que foram a leilão no primeiro de seis leilões dedicados ao falecido cantor.




Um rascunho manuscrito de “Bohemian Rhapsody” que revelou que Freddie Mercury inicialmente intitulou a música “Mongolian Rhapsody” foi vendido por R$8,4 milhões na cotação atual.


Os itens, que foram colocados à venda por Mary Austin, amiga íntima e ex-sócia de Mercury, foram arrematados por um total de £12,2 milhões (R$7,7 milhões). Eles incluíam figurinos, jóias e pinturas da extensa coleção de arte do cantor.


Num comunicado de imprensa antes da venda, Mary disse sobre o piano: “Freddie tratou a Yamaha com absoluto respeito. Ele a considerava mais do que um instrumento, era uma extensão de si mesmo, seu veículo de criatividade. Ele nunca iria fumar no piano ou colocar um copo em cima dele e garantir que ninguém mais o fizesse. O piano estava sempre impecável.



Outras canções do Queen que Mercury usou o piano para escrever incluem “Don’t Stop Me Now” e “Somebody To Love”, de acordo com a Sotheby’s, casa de leilão responsável pelas transações.


Quando Freddie morreu em 1991, ele deixou a casa e todo o seu conteúdo para Mary. Por três décadas, Austin manteve tudo quase exatamente como estava quando Mercury morreu, mas agora ela decidiu vender a coleção.


Ao comentar a decisão, ela escreveu no comunicado à imprensa: “Por muitos anos, tive a alegria e o privilégio de viver cercado por todas as coisas maravilhosas que Freddie procurou e tanto amou”, disse Austin em um comunicado. “Mas os anos se passaram e chegou a hora de tomar a difícil decisão de encerrar este capítulo muito especial da minha vida.”





Quando Freddie morreu em 1991, ele deixou a casa e seu conteúdo para Mary, sua ex-namorada e amiga de longa data. Por três décadas, Austin manteve a casa e seu conteúdo quase exatamente como estavam quando Mercury morreu, mas agora ela decidiu vender a coleção.


Austin vai doar uma parte da receita das vendas para instituições de caridade HIV/AIDS Mercury Phoenix Trust e Elton John Aids Foundation.



Piano de cauda Yamaha G2 de Freddie Mercury no leilão promovido pela Sotheby’s. Foto: Daniel Leal/AFP



“Bohemian Rhapsody”

“Bohemian Rhapsody” foi composta em 1975 por Freddie Mercury e incluída no álbum A Night at the Opera. A faixa conta com cinco atos quase que completamente escritos pelo cantor.


Quando foi lançada, “Bohemian Rhapsody” se tornou um sucesso comercial, ficando no topo da UK Singles Chart por nove semanas e vendendo mais de um milhão de cópias até o fim de janeiro de 1976. Ela alcançou o topo das listas em diversos outros mercados, incluindo Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Irlanda e Holanda.







0 comentário
bottom of page