top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Paul McCartney revela que 'recorreu à bebida' para lidar com separação dos Beatles

Após 1970, Paul McCartney também ficou muito impactado pelo fim da relação com John Lennon, colega de Beatles, como era antes



Lendária banda de rock que ficou em atividade entre 1960 e 1970, Beatles conquistou legião de fãs ao longo do mundo. Porém, quando acabou, o término não impactou apenas os admiradores, mas também Paul McCartney, que "recorreu à bebida" para lidar com essa situação.


Durante entrevista à GQ britânica em 2020, o músico explicou como também foi bastante impactado com o fim da amizade com um dos melhores amigos (e também integrante do Fab Four), John Lennon, no dia 8 de dezembro de 1980.





"Na verdade, recorri à bebida. Não havia muito tempo para ter problemas de saúde mental, era só, foda-se, é beber ou dormir," afirmou McCartney na conversa após ser questionado se a indústria da música afetou a saúde mental dele. "Mas tenho certeza que sim, pois eram tempos muito deprimentes."


Para conseguir superar esse momento ruim na vida, o artista teve ajuda de alguém muito importante: Linda Eastman, esposa dele na época. "Consegui… sair da depressão dizendo: 'Beleza, isso é muito ruim e preciso fazer algo a respeito,'" revelou. "Então eu fiz. E acho que esse é o meu jeito, quase sendo meu próprio psiquiatra."







0 comentário
bottom of page