top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Novo álbum do Anthrax deve estar gravado até o fim do ano, diz Scott Ian

Scott Ian espera ter o novo álbum do Anthrax completamente gravado até o final do ano. A banda começou a trabalhar no disco em maio.


Segundo o site Wikimetal, o guitarrista e compositor participou do Trunk Nation With Eddie Trunk e revelou que em uma sessão de estúdio, ele, Charlie Benante [baterista] e Frank Bello [baixista] gravaram nove músicas novas. Ao longo dos próximos meses, a banda irá trabalhar separadamente no que deve ser aperfeiçoado nessas faixas e Ian deve começar a escrever as letras.


“Acho que percorremos um bom caminho, por assim dizer”, comentou Scott Ian [transcrição via Blabbermouth]. “Vamos ter outra sessão de gravação em outubro, talvez novembro.


Charlie tem essas duas datas livres e nós temos outras quatro ou cinco [músicas] que queremos gravar. Se as coisas continuarem nesse ritmo mais solto em que estamos, gosto de pensar que entre o Natal e o Ano Novo teremos a maior parte disso pronta. Talvez sem mixar, mas com certeza já gravada.”


Scott Ian também comentou que pretende ter ao menos três músicas prontas para entregar para o vocalista Joey Belladonna até o próximo mês. “O Joey não demora muito. Depois que ele entende o projeto e passa tudo pelo filtro dele, ele trabalha rápido. Então quando ele começa, ele não leva muito tempo. Acho que o ônus é mais eu estar feliz com as letras que estou escrevendo. Alguns meses atrás eu tinha três ou quatro músicas escritas e quando eu revisitei-as mês passado eu joguei todas no lixo. Achei que estavam uma porcaria. Mas estou indo bem agora”, detalhou Ian.




Primeiro disco em mais de 7 anos


O novo álbum do Anthrax será o primeiro disco inédito de estúdio da banda desde o For All Kings, de 2016. Desde então, o grupo lançou uma série de edições de aniversário e discos ao vivo, sendo o mais recente o Road Rage (2023).


Sobre a direção sonora do projeto, Scott Ian comentou que todas as faixas gravadas até o momento são centradas em riffs e que uma delas é “a coisa mais rápida” que o Anthrax já fez. Anteriormente, ele já tinha comentado que a produção do disco provavelmente seria “mais agressiva”.







0 comentário
bottom of page