top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Morrissey volta a culpar gravadora por declínio da carreira e diz viver “tortura” para lançar álbum


Foto: Reprodução/Instagram


Em entrevista ao Good Day New York, da FOX 5, antes de seus quatro shows na cidade, Morrissey conversou com a apresentadora Rosanna Scotto na manhã de sexta-feira (20) para falar sobre seu retorno a Nova York.


No papo com algumas doses de constrangimento que você confere ao final da matéria, o ex-vocalista do The Smiths foi obrigado a tocar em alguns assuntos indigestos, como o declínio de sua carreira nos últimos anos, constantemente ligado à sua aproximação da extrema-direita.


Um dos temas conversados foi justamente o novo álbum Bonfire of the Teenagers, que vem sendo gestado há quase três anos e, diante da treta de Morrissey com a Capitol Records, ainda não pôde ser lançado.


Na entrevista, o cantor afirmou que a gravadora teria “destruído” sua carreira e afirmou que está sendo submetido a “tortura” neste processo, ainda que tenha ressaltado que a empresa está “preparada a devolver [o disco] por um certo preço”, sem elaborar muito sobre a possibilidade de um lançamento.


Morrissey também falou sobre rusga com Miley Cyrus


Outro momento tenso abordado na entrevista foi a rusga que Moz criou com Miley Cyrus.

Para quem não se lembra, a cantora Pop, no final de 2022, pediu que sua contribuição fosse removida de Bonfire of Teenagers. Miley gravaria a canção “I Am Veronica”, mas, supostamente, abandonou o projeto pela associação do artista de 64 anos aos movimentos de extrema-direita.


Na entrevista para o programa de TV, Morrissey adotou um discurso mais diplomático e não criticou Cyrus, colocando a culpa em seu empresário pela confusão. Quando Scotto perguntou se seria possível convencer Miley a gravar, ele respondeu: “Acho que não, já se passaram dois anos e ela já teria se decidido”.

Novo filme de David Fincher usa músicas de The Smiths


Vale lembrar que, apesar das notícias negativas, Morrissey marcará presença no longa O Assassino, de David Fincher.


Estrelado por Michael Fassbender e com participação da atriz brasileira Sophie Charlotte, o filme teve a trilha sonora composta pela dupla Trent Reznor e Atticus Ross, integrantes do Nine Inch Nails que usaram algumas músicas do The Smiths na produção.


Entre elas estão “How Soon is Now”, “The Queen is Dead”, “Bigmouth Strikes Again” e “I Know It’s Over”. O Assassino tem previsão de estreia nos Estados Unidos para 10 de Novembro.




0 comentário

Comments


2.png
bottom of page