top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Morre João Donato, ídolo da Bossa Nova e da MPB, aos 88 anos.

João Donato enfrentava diversos problemas de saúde e estava internado


O cantor, compositor e multi-instrumentista João Donato morreu na madrugada desta segunda-feira, 17, aos 88 anos. Familiares confirmaram a informação pelas redes sociais.


Donato foi internado na Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, na semana retrasada, e estava intubado por causa de uma infecção pulmonar. Faleceu em decorrência de diversos problemas de saúde.



O velório do músico deve ser realizado nesta terça-feira, 18, no Theatro Municipal. O corpo será cremado no Memorial do Carmo.



Trajetória

João Donato era pianista, acordeonista, arranjador, cantor e compositor. Com 74 anos de carreira, ficou conhecido pela sua importância na MPB e na bossa nova.


Nascido no Acre, em 1934, o artista começou a fazer música no final dos anos 1940, quando se mudou com a família para o Rio de Janeiro. Em 1956 lançou seu primeiro álbum instrumental: Chá Dançante. Na bossa nova, colaborou com Tom Jobim e Vinicius de Moraes.



Durante a década de 1960, mudou-se para os Estados Unidos e teve contato com a música latina e caribenha. O álbum produzido no país, A Bad Donato, tornou-se um dos mais famosos do compositor.


Quando voltou ao Brasil, já em 1972, as canções de Donato passaram a ganhar letras. No disco de 1973, Quem É Quem, "Ahie" teve a letra escrita por Paulo César Pinheiro. Com isso, sobretudo cantoras começaram a fazer regravações. Nana Caymmi gravou "Ahie", enquanto Gal Costa gravou "The Frog", por exemplo.


Em 2010, João Donato ganhou o Grammy Latino por melhor álbum de jazz latino. Em 2016, a Rolling Stone Brasil elegeu o disco Donato Elétrico como o 11º melhor álbum brasileiro do ano.


Serotonina foi o último álbum lançado pelo músico, em 2022.








0 comentário
bottom of page