top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Kirk Hammett sobre ‘Lulu’ e St. Anger’: é importante, senão as pessoas ficam entediadas



Kirk Hammett abordou a questão dos álbuns que ele considera realmente divisivos na discografia do Metallica.


Segundo o site Mundo Metal, comparando o clássico reverenciado “Master Of Puppets” aos “patinhos feios” da discografia “Lulu” e “St. Anger”, Kirk Hammett observou que é perfeitamente normal que uma banda passe por altos em baixos durante a carreira, e que muitas vezes, que isso é até necessário.



Durante uma nova entrevista concedida a Rick Beato, Kirk falou sobre a importância de ‘Master of Puppets’:

“Eu realmente senti que o álbum foi o auge daquela formação, e quero dizer que estávamos chegando ao auge com Cliff…”

Além disso, Kirk disse que o sucesso de Master Of Puppets não os impediu de explorar novos caminhos, mesmo com a desaprovação dos fãs.

“Embora às vezes tenhamos arriscado e eles falharam terrivelmente do ponto de vista comercial, acho que criativa e artisticamente, acho que são grandes sucessos. E falo especificamente sobre ‘Lulu’, o álbum que fizemos com Lou Reed, e também sobre ‘St. Anger’. Esses são álbuns realmente divisivos, e você tem dois campos – pessoas que gostam e pessoas que não gostam.
“Acho que é importante ter coisas assim em seu catálogo. Porque você simplesmente não quer muito da mesma coisa. Você quer picos e vales; você quer contraste. É o que o torna interessante. “E se você tem um catálogo que é simplesmente perfeito, as pessoas ficam entediadas. Há muitas coisas iguais. Às vezes, as pessoas querem ser desafiadas por sua banda favorita.”




Kirk mencionou a banda Yes como exemplo:

“Eu amo o Yes. Os primeiros três ou quatro álbuns do Yes são brilhantes. Mas então eles viraram à esquerda para outro lugar. E eu adorei, porque foi um desafio. E isso me forçou a ouvir ainda mais.”

Por fim, refletindo sobre o legado inicial do Metallica, em uma outra entrevista recente, Kirk observou que ele e seus colegas de bandas estavam “blasé” quando o sucesso os atingiu.

“Quando estávamos fazendo esses álbuns e fazendo turnês atrás deles, meio que tomamos isso como certo. Era apenas, tipo, ‘Tudo bem, nós fizemos isso. Vamos para a próxima coisa’. Nunca gostamos de sentar e realmente pensar na conquista que fizemos. E assim, 40 anos depois, eu sou capaz de fazer isso e sou capaz de dizer: ‘Cara, nós realmente tiramos algo e éramos meio blasé sobre isso’, sabe?”


Matthew Baker (Getty Images)


O disco mais recente do Metallica, “72 Seasons” atingiu a segunda posição no chart Billboard 200.


É o 12º disco da banda a alcançar o top 10 do ranking, e o 8º a atingir o top 2. Essa lista da Billboard apresenta os 200 discos mais populares da semana, baseado na vendagem de exemplares.

Foto: Reprodução / Rolling Stone







0 comentário
bottom of page