top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Kirk Hammett revela que nunca superou ausência de Cliff Burton em “…And Justice for All”



Em entrevista para o produtor e youtuber Rick Beato, Kirk Hammett, guitarrista do Metallica, foi questionado se há algum álbum da banda no qual ele sente que as músicas e a produção foram exatamente o que imaginou.


Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, em sua resposta, Hammett citou o aclamado Master of Puppets (1986) e lembrou do baixista Cliff Burton, que faleceu meses depois do lançamento do disco.



Kirk, no papo que você confere ao final da matéria, comentou ainda que nunca deixou de imaginar como o também icônico …And Justice For All (1988), álbum que contou com Jason Newsted substituindo Burton, soaria caso Cliff não tivesse partido (via Blabbermouth):


Eu realmente senti que [‘Master of Puppets’ foi] o auge dessa formação, e quero dizer que estávamos no auge com Cliff Burton… Em termos de arranjos, composições, sonoridade, formas de tocar, nós nos unimos de uma maneira que não havíamos conseguido antes naquele momento. E isso me faz pensar como o ‘…And Justice For All’ soaria com Cliff. Esse é um pensamento que ainda passa pela minha cabeça. Mas ‘Master of Puppets’, para mim, é um álbum muito sentimental. Sabíamos que estávamos no caminho certo, e sabíamos que era provocativo e sabíamos que poderia não ser aceito por qualquer um, mas estávamos totalmente, mil por cento comprometidos com isso – cada nota. E tínhamos que ser, realmente – tínhamos que ser. E acho que é visível. Quando eu o revisito agora, sou inundado por um monte de recordações.

Master of Puppets foi o terceiro álbum da banda de Thrash Metal e, gravado na Dinamarca com o produtor Flemming Rasmussen, vendeu mais de 6 milhões de cópias somente nos Estados Unidos.




Músico regravou “Blackened” com as partes de baixo


O Metallica lançou …And Justice for All lá em 1988 quando o grupo ainda lidava com o trágico falecimento de Burton dois anos antes. Para lançar o disco, a banda abafou as partes do baixo gravadas por Newsted na época.


Muito fã do …And Justice for All, o músico Amos Heller, que toca baixo e teclado na aclamada Eras Tour de Taylor Swift, resolveu fazer uma cover super interessante de “Blackened” para mostrar aos seus seguidores como ficaria a faixa na sua visão se o baixo não fosse abafado na gravação original.







0 comentário
bottom of page