top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Iron Maiden: Bruce Dickinson queria vocalista mulher para substituí-lo em 1993



Você já pensou no Iron Maiden com uma vocalista mulher? Era isso que Bruce Dickinson queria quando saiu da banda em 1993.


Segundo o site Wikimetal, o atual vocalista do Maiden decidiu seguir novos caminhos depois do álbum Fear of the Dark (1992) e foi substituído por Blaze Bayley até seu retorno em 1999. Em entrevista de 2017 à Classic Rock, entretanto, Dickinson revelou que tinha uma ideia diferente sobre quem poderia substituí-lo.





“Eu falei pra alguém na época: ‘Por que eles não fazem algo absurdo e escandaloso? Chamem uma mulher! Tem algumas vocalistas finlandesas por aí com vozes absurdas! Façam algo para realmente impressionar as pessoas’,” conta Bruce.


O vocalista ainda comentou que, caso o Iron Maiden tivesse aceitado uma vocalista mulher, talvez isso representasse o fim definitivo de seus dias na banda. “Eu estaria f*dido. Eu nunca teria voltado”, brincou.





Durante seu tempo fora do Maiden, Bruce Dickinson lançou quatro álbuns solo: Balls to Picasso (1994), Skunkworks (1996), Accident of Birth (1997) e The Chemical Wedding (1998). Já a banda lançou os discos The X Factor (1995) e Virtual XI (1998) com Blaze Bayley nos vocais.



Bruce Dickinson, frontman do Iron Maiden, em São Paulo. Crédito: Leca Suzuki





0 comentário

Comments


bottom of page