top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Guitarrista de Paul McCartney fala sobre “respeito e reverência” de Paul por John Lennon


Foto: Wikimedia Commons

 


Apesar de Paul McCartney e John Lennon terem marcado a história da música por serem considerados uma das duplas mais influentes de composição, os lendários músicos dos Beatles também protagonizaram momentos de desavenças.


Era de conhecimento geral que tanto Paul como John não tinham o costume de elogiar e enaltecer o trabalho um do outro na época em que o Fab Four se tornou um verdadeiro fenômeno do Rock mas, no fundo, sempre existiu uma relação de respeito entre eles.


Em entrevista de 2018, Macca chegou a revelar que ele e Lennon eram competitivos e depois de um tempo passaram a admitir isso, sempre buscando se igualar durante os processos de composição.


Paul ainda comentou que foi elogiado apenas uma vez por John durante toda a carreira do saudoso artista:

Eu acho que foi no ‘Revolver’. ‘Here, There and Everywhere’ era uma das minhas canções nesse disco e quando terminamos tudo, John chegou pra mim e disse, ‘essa música é muito boa, cara. Eu amo essa música.’. E eu fiquei tipo, ‘Sim!!! Ele gostou!’. É patético, na verdade.

Por outro lado, Paul declarou que falava para John que suas composições eram boas, mas confessou: “Normalmente eu tinha que estar um pouco bêbado. Isso ajudava”.

 

Relação de Paul McCartney e John Lennon


Apesar de não terem deixado explícita essa relação de reverência que sentiam um pelo outro na época dos Beatles, muitos admiradores conseguiram perceber esse vínculo através do recente documentário The Beatles: Get Back, lançado em 2021 e dirigido por Peter Jackson.


Durante a histórica passagem de Paul McCartney pelo Brasil com a turnê Got Back, nos meses de Novembro e Dezembro deste ano, o TMDQA! conversou com o guitarrista Rusty Anderson, que acompanha Macca há mais de 20 anos.


Em um dos momentos da interessante conversa que tivemos com o músico sobre sua carreira (e que você pode ler na íntegra aqui) Rusty comentou sobre a relação entre Paul e John Lennon e elogiou a postura de McCartney, dizendo que este foi um de seus maiores aprendizados com o ex-Beatle:

Vocês viram na série [‘Get Back’]. A coisa que mais me marcou era a reverência que eles tinham um pelo outro, o respeito, especialmente entre o John e o Paul, o quanto… sabe, o John, apesar da Yoko estar lá e tudo mais, o John realmente prestava atenção em todo mundo. Ele estava realmente engajado no processo. E acho que é daí que o Paul vem também, sendo um dos Beatles. […] Ele é um grande cavalheiro, por mais que trabalhe tanto; ele se permite ficar solto e ser um piadista. 

John Lennon e Paul McCartney, vale lembrar, foram responsáveis pelos maiores sucessos dos Beatles e cada um chegou ao topo das paradas com cerca de 30 músicas, sendo muitas delas creditadas aos dois, já que preferiam colocar ambos como compositores mesmo quando só um deles fazia a maior parte do trabalho.


Após o fim do grupo em 1970, Lennon deixou escapar em alguns momentos quais eram suas músicas favoritas escritas por Macca. Além de “Here, There and Everywhere”, que comentamos acima, confira nesta lista quais outras músicas foram admiradas pelo saudoso ex-Beatle.

 




0 comentário

Comentários


bottom of page