top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Flea defende sessões de improviso durante shows: “quer ouvir igual o disco, ouve o disco”


Foto: Flea via Shutterstock



Quem já foi a algum show dos Red Hot Chili Peppers sabe que a banda leva uma atmosfera única às suas apresentações. Não só pelos grandes hits que acompanham a carreira do grupo, é claro, mas também por transformar cada performance em algo único através de jams e sessões de improviso.


Segundo o site Tenho Mais Discos Que Amigos, para Flea, baixista da banda, esse é um aspecto fundamental de qualquer show. O músico se posicionou no Twitter recentemente depois de uma discussão entre fãs da banda, com alguns pedindo para que as músicas fossem tocadas exatamente como gravadas. O baixista foi bem direto e explicou sua visão:

Sempre faça jams ao vivo. Se você só quer ver uma música sendo tocada igual ao disco, só ouça o disco. Cadê o risco e a esperança de algo maior sem a improvisação???

E aí, concorda? Ao final da matéria, você pode conferir a publicação e também alguns vídeos de improvisos feitos pelo RHCP em sua turnê atual, que transformaram clássicos como “Snow (Hey Oh)”.


Red Hot Chili Peppers no Brasil


Em tempo, para quem estiver disposto a conferir as versões ao vivo dos clássicos do Red Hot Chili Peppers, a banda vem ao Brasil ainda em 2023 para shows em cinco cidades diferentes.


A turnê começa no Rio de Janeiro (04/11) e ainda passa por Brasília (07/11), São Paulo (10/11), Curitiba (13/11) e Porto Alegre (16/11). Você pode ver todas as informações sobre os shows e ingressos no site oficial.



Flea defende sessões de improviso em shows ao vivo







0 comentário

Yorumlar


bottom of page