top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Ex de roqueiro condenado por pedofilia esfaqueado em cadeia reage a ataque: 'Demorou'

Joanne Mjadzelics acreditava que Ian Watkins, ex-Lostprophets, seria punido rapidamente pelos companheiros de prisão, cujo 'código de ética' não tolera abuso sexual de crianças



(O roqueiro ian Watkins ao ser preso após ser condenado a 29 anos — Foto: Divulgação/South Wales Police)



Ian Watkins, de 46 anos, ex-vocalista das bandas Public Disturbance e Lostprophets, está internado em estado grave após sofrer um ataque de seus companheiros de presídio, que o trancaram em sua cela e o esfaquearam. Frente ao chocante incidente, a ex-namorada do músico, Joanne Mjadzelics, se disse surpresa com o crime, e não pela violência, mas por ele ter demorado para acontecer.



Jo foi a pessoa quem expôs as fantasias sexuais envolvendo crianças do roqueiro, que acabou sendo preso após provas materiais e testemunhas materializassem suas práticas. Entre as evidências, está a imagem de uma criança segurando uma linha de cocaína espalhada sobre a foto de uma mulher seminua e a tentativa de estupro de um bebê de 11 meses, crime pelo qual assumiu a culpa.


(Joanne Mjadzelics, ex-namorada de Ian Watkins — Foto: reprodução/youtube)


Ciente do tratamento que detentos dedicam aos predadores sexuais de crianças, Jo admitiu que achou demorada a ação dos criminosos contra seu ex. “Minha única reação é simplesmente que não posso acreditar que demorou tanto, principalmente na prisão de Wakefield”, confidenciou.



A mulher viveu um relacionamento com o roqueiro desde 2006, depois ele a procurou no MySpace e confessou suas fantasias sexuais sombrias. Ela tentou alertar as autoridades sobre o desejo dele por crianças pequenas por quatro anos, mas foi repetidamente ignorada.


(Ian Watkins em show do Lostprophets em 2012 — Foto: Getty Images)



Ian só foi finalmente preso quando a polícia invadiu sua casa usando um mandado de drogas em setembro de 2012. Ele finalmente foi preso em dezembro de 2013, sendo julgado e condenado a 29 anos de detenção mais 6 anos de licença.







0 comentário

Comments


bottom of page