top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

David Ellefson elogia Kiko Loureiro e diz que eles ainda são “grandes amigos”

Para o baixista, Kiko é um homem “de integridade” que “não se acovarda à cultura do cancelamento”



Em entrevista ao canal brasileiro Heavy Talk, David Ellefson falou sobre sua amizade com Kiko Loureiro e contou como o guitarrista acabou entrando para o Megadeth.


Ellefson rasgou elogios para Kiko e afirmou que os dois continuam sendo “grandes amigos”, mesmo após sua saída da banda: “Ele é um homem de integridade, não se acovarda à cultura do cancelamento, não se acovarda a pessoas de merda desse mundo, ele é um homem de passo firme. E tem sido um ótimo amigo.”


O baixista também lembrou da primeira vez que tocou com Kiko Loureiro, durante o festival La Paz. Na época, Kiko estava presente tocando com o Angra e assumiu a guitarra para tocar algumas músicas com Ellefson e Geoff Tate. Depois desse encontro em 2014, David pegou o contato de Loureiro e ligou para ele em 2015, quando Dave Mustaine demonstrou interesse em adicionar o guitarrista ao Megadeth.





“Ele tinha recém chegado em casa de uma turnê do Angra e estava na verdade meio doente,” conta David Ellefson. “Ele disse que tinha recém chegado em casa e eu falei ‘Bom… quer entrar no Megadeth?’. E a verdade é que Dave já havia decidido que ele estaria na banda. É como entrar na máfia. Eu disse ‘faça três vídeos se puder e nos envie’, eu nem acho que Dave se importou, Dave levou ele para Nashville imediatamente e eles criaram uma boa amizade musical juntos. Por causa disso, Kiko é um cara muito musical.” (transcrição via Whiplash)


Ellefson ainda disse que considera Kiko Loureiro “uma das jóias reais da música do Brasil” e que fica feliz pelas conquistas do guitarrista em sua carreira.





Saída do Megadeth e polêmica extraconjugal


David Ellefson foi demitido do Megadeth em 2021 após o vazamento de vídeos íntimos que ele trocava com uma jovem que, supostamente, era menor de idade quando as interações começaram. Tanto o baixista quanto a moça envolvida negam essa alegação, mas confirmam o envolvimento extraconjugal.


Alguns meses depois, Kiko Loureiro comentou o caso em entrevista à Rolling StoneBrasile confirmou que sua reação inicial foi ligar para Ellefson e fornecer apoio em meio a todo o tumulto, apesar de seu receio de ser envolvido na situação de alguma forma. “Eu nunca vi ele fazendo nada disso nas turnês,” garante. “Mas, como estávamos juntos em turnês, também fiquei com medo de me botarem no bolo. Então, me afastei um pouco disso”.







0 comentário
bottom of page