top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Dave Grohl perdeu a mãe 4 meses após morte de Taylor Hawkins

Virginia Grohl faleceu em julho do ano passado, aos 84 anos; novo álbum do Foo Fighters é dedicado a ela e ao baterista



Dave Grohl passou por um período difícil em 2022. Além de perder Taylor Hawkins, companheiro de banda e grande amigo, a mãe do líder do Foo Fighters, Virginia Grohl, faleceu cerca de quatro meses depois da morte do baterista.


Não há muitos detalhes a respeito. Virginia, de acordo com a neta Violet Grohl em uma live (via Alternative Nation), faleceu no fim do último mês de julho, aos 84 anos. Por sua vez, Hawkins morreu em março do ano passado, aos 50 anos, em um quarto de hotel em Bogotá, na Colômbia, durante turnê pela América do Sul.


Como Dave contou em seu livro “O contador de histórias: Memórias de vida e música”, sua mãe era professora. No capítulo final da obra, ele discorreu sobre a importância da progenitora não só para sua vida pessoal, mas profissional.


“Ela me deu a vida não uma, mas duas vezes, me dando liberdade de me tornar quem eu queria ser. Por meio de sua fé em mim, ela me deu coragem e confiança para eu ter fé em mim mesmo. Por meio de sua paixão e convicção, ela me ensinou a viver com paixão e convicção próprias. E por meio de seu amor incondicional por mim, ela me mostrou como amar os outros incondicionalmente. Ela sempre foi minha heroína e maior inspiração.”




Em outra ocasião, para o jornal The Sydney Morning Herald, ele destacou as habilidades de Virginia com a escrita:

“Ambos os meus pais eram escritores maravilhosos. Não só a escrita, mas a declamação era levada a sério. Minha mãe nos dava um assunto e fazíamos exercícios de articulação na mesa de jantar. Teríamos que conversar sobre isso por três minutos sem interromper a fala. Eu odiava a escola, mas adorava fazer isso.”


Dave Grohl em colaboração com a mãe


Mais recentemente, mãe e filho colaboraram juntos na série documental “Do Berço ao Palco: Mães que Detonaram e Criaram Astros do Rock”, baseada no livro de mesmo nome, escrito por Virginia. A produção saiu em 2021 e teve direção do próprio Dave, além da participação de ambos nos episódios.






Homenagem do Foo Fighters


O próximo álbum de estúdio do Foo Fighters, “But Here We Are”, sairá no dia 2 de junho pela Roswell Records/RCA Records. Como mostra a edição física, o disco é dedicado a Taylor Hawkins e Virginia Grohl.




Em nota, o grupo afirma que “But Here We Are” chega “após um ano de perdas impressionantes, introspecção pessoal e lembranças agridoces”. A produção do material é assinada pela própria banda em parceria com Greg Kurstin, o mesmo responsável pelos antecessores “Concrete and Gold” (2017) e “Medicine at Midnight” (2021). Diz comunicado:

“Uma resposta brutalmente honesta e emocionalmente crua a tudo o que o Foo Fighters suportou no ano passado, ‘But Here We Are’ é uma prova dos poderes de cura da música, amizade e família.”






0 comentário

Comments


bottom of page