top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Coleções de baterista dos Rolling Stones vão a leilão; saiba quais itens serão vendidos

Leilão do acervo de Charlie Watts acontecerá presencialmente e de forma online



(Charlie Watts (Kevin Winter/Getty Images)



Com a morte de Shirley Ann Shepherd, um pouco mais de um ano depois do falecimento de Charlie Watts — baterista dos Rolling Stones — o patrimônio do casal agora está sendo leiloado pela Christie's. A coleção envolve obras literárias, itens de jazz e até mesmo presentes de Mick Jagger.


O acervo vasto é resultado da participação do próprio artista em leilões e vendas de imóveis. Ele também mantinha contato com livreiros renomados.



Apesar de nunca ter deixado claro o desejo de vender seus objetos, o especialista Mark Wiltshire, da casa de leilão, afirmou que "a coleção é um reflexo de seus melhores atributos como músico. Mostra seu olhar atento para a qualidade e sua atitude de nunca perder o ritmo. Ele era certeiro com cada livro que adquiria, assim como era na bateria".


O que está sendo leiloado

Dentre os livros que estão sendo leiloados, há obras raras de Agatha Christie (como Os Treze Problemas); material autografado de Arthur Conan Doyle — como O Cão dos Baskerville e Um Estudo em Vermelho —;H.G. Wells (autor de A Guerra dos Mundos) e F.

Scott Fitzgerald. Watts possuía duas cópias autografadas da primeira edição de O Grande Gatsby, de 1925.



Em entrevista à Folha de S.Paulo, o especialista Mark Wiltshire, da casa de leilão, afirmou que Charlie e Mick Jagger costumavam trocar presentes, e alguns deles farão parte das vendas. Compradores poderão disputar um livro ilustrado com dedicatório feita por Jagger.


Como participar do leilão

Se você é um grande fã da banda ou mais especificamente do baterista, e estiver disposto a desembolsar uma boa quantia de dinheiro para acrescentar uma peça do acervo de Watts à sua própria coleção (cada exemplar de O Grande Gatsby custará cerca de US$ 300 mil, por exemplo), pode fazer as compras presencialmente ou online.


O leilão que conta com 500 lotes será dividido em duas partes, sendo que a principal está marcada para o dia 29 de setembro, em Londres, e a venda online acontecerá entre os dias 15 e 29 do mesmo mês.






0 comentário

Comments


bottom of page