top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Blaze Bayley acha que Andre Matos seria melhor que ele próprio no Iron Maiden

Inglês entende que o colega brasileiro possuía voz mais de acordo com as demandas dos clássicos da banda




Não é segredo que, apesar de “The X Factor” e “Virtual XI” não serem unanimidades entre os fãs, o que complicou a situação de Blaze Bayley enquanto vocalista do Iron Maiden foi a incapacidade de cantar os maiores sucessos da banda de forma minimamente aceitável.





Tendo isso em vista, muitos fãs brasileiros entendiam que Andre Matos, então em alta com o Angra, teria sido uma escolha melhor para o posto. Em resgate do Whiplash para uma entrevista feita pelo canal Heavy Talk em 2010, o próprio Blaze admite a teoria.


“Sim, ele é um cantor muito bom! A voz dele é muito mais direcionada ao Iron Maiden do que a minha voz. Ele poderia cantar as músicas clássicas como ‘The Trooper’. E talvez coisas do ‘Somewhere In Time’, ele provavelmente poderia fazer isso muito melhor do que eu, porque a voz dele é diferente, ele tem um alcance muito alto e minha voz não é tão alta assim.”




A declaração pode ser vista no vídeo abaixo.


Blaze Bayley, Iron Maiden e Andre Matos


Blaze Bayley foi demitido do Iron Maiden no final de 1998. A volta de Bruce Dickinson foi confirmada no dia 10 de fevereiro do ano seguinte. Ele segue no posto desde então.


Andre Matos seguiu com o Angra até 2000. Na sequência, formou o Shaman com outros dissidentes da banda. Ainda lançou discos solo, com o projeto Virgo e realizou uma turnê de reunião com o Viper, grupo que o revelou. Também foi membro de destaque no Avantasia, de Tobias Sammet. Morreu no dia 8 de junho de 2019, vitimado por um infarto do miocárdio.






0 comentário

Comments


bottom of page