top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Beto Lee faz homenagem emocionante à Rita Lee em São Paulo


Texto por Marcelo Gomes


Após o falecimento da Rita Lee em maio deste ano em decorrência de um câncer no pulmão, os fãs da cantora ansiavam por um tributo à Rainha do Rock brasileiro. Apesar dela achar essa denominação cafona, preferindo ser chamada de Santa Rita de Sampa, o termo faz jus ao seu legado. Cafona ou não, a verdade é que Rita Lee é unanimidade dentro do rock e é inegável sua contribuição para a música brasileira desde Os Mutantes, passando pelo Tutti-Frutti e claro, que não poderia deixar de mencionar sua extensa carreira solo, ao lado de seu marido e guitarrista, Roberto de Carvalho.



Segundo o site Wikimetal, para isso, Beto Lee (voz e guitarra) organizou o tributo Rita Lee por Beto Lee In Concert e recrutou um time de primeira que conta com um velho parceiro da cantora, o baixista Lee Marcucci que fez parte do Tutti-Frutti, além de participar por anos de sua carreira solo. Também fazem parte da banda, a vocalista Débora Reis, o tecladista Danilo Santana, o baterista Edu Salvitti e o guitarrista Rogério Salmeron. Além disso, essa homenagem contou com a participação especial da Fernanda Abreu (vocal), Luiza Sonza (vocal) e da Orquestra Sinfônica Villa Lobos regida pelo maestro Adriano Machado. Diante de todos esses nomes, havia uma grande expectativa sobre uma possível participação do Roberto de Carvalho e quem sabe até do Luiz Carlini (guitarrista do Tutti-Frutti).


Às 22h15, um pequeno vídeo mostrando diversos momentos da vida da cantora começa a ser exibido. Em clima de nostalgia, iniciam o show com dois hits da carreira solo, “Nem Luxo, Nem Lixo” e “Baila Comigo” interpretados brilhantemente pela cantora Débora Reis. Logo em seguida, Beto chama a primeira convidada da noite, a cantora Fernanda Abreu que entra com um look estampando o rosto da Rita. Apresentada como swing sangue bom, a carioca cai no rock em “Saúde” e no mega clássico do Tutti-Frutti, “Ovelha Negra”. O público que estava entregue desde os primeiros acordes do espetáculo, transforma o Vibra num grande karaokê. O ápice ocorreu quando Beto Lee colocou toda sua emoção na releitura magistral do solo de “Ovelha Negra”, a casa veio abaixo. Fernanda fez questão de agradecer a todos e em especial o Roberto de Carvalho que estava na plateia acompanhando essa bela celebração.


Passeando pela linda trajetória da Santa Rita de Sampa, resgatam momentos da sua brilhante passagem pelos Mutantes. Beto não poupou elogios aos ex-parceiros musicais da mãe (Sérgio Dias e Arnaldo Baptista) que tiveram suas imagens exibidas nos telões durante as canções. Dessa fase, escolheram “Panis Et Circenses” e “Ando Meio Desligado” , essa última num medley com “Mania De Você”. A casa estava configurada como se fosse um anfiteatro, com plateia sentada. Mas sabe como é, fica difícil conter a animação e aos poucos começaram a se levantar para curtir.


A lista de sucessos é interminável e o concerto vai passeando por “Doce Vampiro”, “Mamãe Natureza”, “Jardins Da Babilônia” , “Baila Comigo”, “Coisas Da Vida” e “Todas As Mulheres Do Mundo”. Aliado ao vigor da banda, a orquestra regida pelo Adriano Machado traz sofisticação e belos arranjos as canções.

Sem dúvidas, a convidada que mais gerou expectativas foi a Luiza Sonza por conta de ter um background fora do rock mas como dizem, quem vê cara, não vê coração e a jovem cantora mostrou a que veio em “Amor e Sexo” entregando uma boa performance. No final, acabou se emocionando e recebeu o carinho do fãs. E não parou por aí, ainda teve “On The Rocks” e Beto Lee assume os vocais em “Orra Meu” que foi dedicada ao Branco Mello (Titãs). De maneira espontânea, os fãs começaram a gritar por Roberto. A torcida era para que ele participasse pelo menos de uma música, mas infelizmente isso não aconteceu. O show vai se aproximando do fim com “Banho de Espuma”, e “Agora Só Falta Você” com as três cantoras. Se despedem mas os fãs estavam ávidos por mais e ganharam mais duas,”Papai, Me Empresta O Carro” e “Lança Perfume”. Foi um show emocionante do início ao fim, reviver nessa noite fria de sábado essas músicas que fazem parte da trilha sonora da vida de tanta gente ajudou a aquecer os corações dos saudosos fãs da Rita e não deixou dúvidas que o legado da Rainha do Rock nunca será esquecido.







0 comentário

Comments


bottom of page