top of page
  • Foto do escritorLuan Radney

Behemoth: Hospital infantil polonês aceitou a doação após recusa da Unicef



Recentemente, o Unicef Polônia recusou oferta monetária do Behemoth. A banda visava ajudar o programa Company With Heart, que presta auxílio a crianças em situação de vulnerabilidade. A ideia era reverter valores arrecadados com a venda de um ursinho de pelúcia “estilizado” de acordo com a arte do grupo.



Porém, a ação foi rejeitada. De acordo com os representantes da instituição, a mensagem da música e a representação visual dos artistas não condizem com os valores pregados – mesmo que isso acarrete deixar pessoas passando por necessidades.


A resposta ao contato foi publicada pela webstore oficial. Nela, o Unicef dizia:

“Muito obrigado pelo seu interesse na nossa organização e pela sua vontade de aderir ao programa Company With Heart. De acordo com o regulamento, cada entidade candidata à participação está sujeita à verificação quanto aos riscos potenciais relacionados ao estabelecimento da cooperação. Infelizmente, gostaríamos de informar que, devido à natureza das mensagens que acompanham os produtos que vocês vendem, não podemos qualificá-lo para participar deste programa específico.”


A banda prometeu buscar uma alternativa para destinar a renda. E encontrou no Szpital Dziecięcy Polanki, hospital infantil de Gdansk. A quantia corresponde a 10 mil złoty, a moeda local – equivalente a R$ 12.038,65.


De acordo com o site oficial, o hospital é especializado no diagnóstico e tratamento, com ênfase em doenças imunológicas, pulmonares e alérgicas.



Sobre o Behemoth


Fundado em 1991, o Behemoth é uma das bandas mais bem-sucedidas das últimas décadas na cena metálica extrema. Na mesma proporção do sucesso, estão as polêmicas em que o frontman Nergal se envolve por conta de sua postura crítica às religiões organizadas – o que só se agrava pelo fato de a Polônia, terra natal do grupo, ser um país onde a igreja católica possui forte influência política e social.







0 comentário

Comentarios


bottom of page