5582697802
 
1984_(filme).jpg
 

1984

Historia

É um filme britânico, dos gêneros ficção científica e drama, produzido em 1984 e dirigido por Michael Radford.

Depois da guerra atômica, o mundo foi dividido em três estados e Londres é a capital da Oceania, dominada por um partido que tem total controle sobre todos os cidadãos. Winston Smith é um humilde funcionário do partido e comete o atrevimento de se apaixonar por Julia, numa sociedade totalitária onde as emoções são consideradas ilegais. Eles tentam escapar dos olhos e dos ouvidos do Grande Irmão, sabendo das dificuldades que teriam que enfrentar.

Curiosidades e Comentários

É uma adaptação do famoso livro 1984, escrito em 1949 por George Orwell e considerada uma versão mais fiel à obra.

1984 começou a ser filmado exatamente no dia que começava o diário do personagem "Winston" no livro de Orwell, dia 4 de abril de 1984.

As filmagens aconteceram em Londres e Wiltshire.
A canção-tema do filme se chama Sexcrime e é interpretada pela dupla Eurythmics.
Richard Burton faleceu dois meses após ao término das filmagens, na Suíça, e o filme lhe foi dedicado.

Olá amigos e amigas, hoje vemos com tédio os reality shows, esses que são uma febre mundial nas redes de televisão ao redor do mundo desde 
a transição dos anos 90 ao começo dos anos 2000. Muitos de seus admiradores desconhecem sua origem e inspiração, porém como sempre os anos 80 consegue ter destaque maior no cenário cultural do século XX, que foi o lançamento do filme britânico 1984, que é baseado no livro de mesmo nome do escritor britânico George Orwell que mostra, sob aspectos fictícios, o poder da comunicação, em específico da mídia.

O filme conta como os governos totalitários tem certa inclinação em querer controlar a sociedade. Após a guerra atômica, o mundo é dividido em três estados e Londres é a capital da Oceania, que por sua vez é refém de um partido no qual controla seus cidadãos. 
Winston Smith é um funcionário desse tal partido. Ele se apaixona por Júlia, ato atrevido e irresponsável já que numa sociedade totalitária as emoções são consideradas ilegais.
Eles tentam escapar dos olhos e dos ouvidos do "Grande Irmão" (Big Brother), já cientes das dificuldades que teriam de enfrentar. 

O mundo está dividido em três grandes Estados: Eurásia, Lestásia e Oceania, que são comandados pelo Regime Ditatorial - do Partido IngSoc -, 
estando sempre em meio a guerras e batalhas. A trama se desenrola na Oceania, onde os personagens são vigiados 24 horas por dia pelo Grande Irmão, o Big Brother, que controla e oprime os moradores. Para que o regime de opressão e vigilância seja completo, o Regime cria uma língua nova, chamada de “novilíngua”. 
O sexo é proibido, com a intenção de fazer com que, juntamente com a Polícia do Pensamento, as pessoas percam a sua individualidade, assim, colaborando com os interesses políticos do Regime. Winston Smith é o personagem central, um funcionário do Ministério da Verdade, órgão que controla as notícias, (modificando as notícias para que atendam os desejos do Partido). Smith desenvolve sua indiferença pela sociedade e descobre-se apaixonado por Julia, sua parceira no filme. 
Acaba sendo descoberto durante um de seus encontros com sua amada e é preso, levado a sofrer lavagem cerebral, tortura física e psicológica, para que no final seja mais um que o Regime conseguiu dobrar e atender aos seus interesses.
A obra de Orwell nada mais é que o exemplo do que os veículos de comunicação podem fazer com o seu público. A grande mídia tem o poder de devastar a vida das pessoas e de sociedades, basta saber o como. São programas de humor, novelas, filmes, que estão dentro da grade de programação para atrair as pessoas e que funciona da forma que os veículos de comunicação querem que funcione. A rotina do dia a dia já não tem mais importância: se alguma tarefa da casa não foi realizada a tempo pela mulher durante
o dia, à noite ela irá assistir a (s) sua (s) novela (s) predileta (s), só para depois pensar na tarefa deixada de lado por causa da TV. O tempo que se gasta com os meios de comunicação, sejam eles quais forem, poderiam ser aproveitados de forma a contribuir na vida particular de cada um, ou até na construção de uma sociedade mais racional, honesta e igualitária.
O filme, demasiado pesado e difícil de entender na sua essência, deixa a reflexão na mente de quem o assiste: Será que a sociedade já não se tornou um pouco do personagem Winston Smith, que age racionalmente, pensa e sabe diferir o certo do errado, mas que, ao final, acaba como a maioria: usado e deixado de lado? 
Um Big Brother que toma tempo das pessoas na sociedade brasileira já existe, falta apenas ele entrar e vigiar cada telespectador dentro da sua casa.
Em resumo: o filme é uma metáfora perfeita do mundo que, aos poucos, se está construindo. "Esse é o século XXI e sua face construída por irresponsáveis."

Elenco

John Hurt .... Winston Smith
Richard Burton ....
O'Brien
Suzanna Hamilton .... Julia
Cyril Cusack .... Charrington
Gregor Fisher .... Parsons
James Walker .... Syme
Andrew Wilde .... Tillotson
David Trevena .... amigo de Tillotson
David Cann .... Martin
Anthony Benson .... Jones
Peter Frye .... Rutherford
Roger Lloyd-Pack .... garçon
Rupert Baderman .... Winston (menino)
Corinna Seddon .... mãe de Winston
Martha Parsey .... irmã de Winston

Prêmios

Turquia Festival Internacional de Cinema de Istambul

  • Golden Tulip (melhor filme): 1985

Portugal Fantasporto

  • Melhor Ator: John Hurt - 1985

Espanha Semana Internacional de Cine de Valladolid

  • Melhor Ator: John Hurt, Richard Burton (empate) - 1984

  • Melhor Diretor: Michael Radford - 1984

Reino Unido Evening Standard British Film Award

  • Melhor Filme: 1985

Melhor Ator: John Hurt - 1985

 

Indicações


Portugal Fantasporto

  • Melhor Filme: 1985

Reino Unido BAFTA

  • Melhor Direção de Arte: 1985

                                                                                                                               

 

Trailler